O ex-prefeito de Bragança, Edson Oliveira e mais outros 793 nomes constam na Lista Suja divulgada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que após condenação em processos por mau uso de recursos públicos nas Cortes de Contas dos estados, foram considerados inelegíveis.

A ex-prefeita de Altamira, Odileida Maria de Souza Sampaio, também consta na lista dos inelegíveis, assim como, Aracy do Socorro da Gama Bentes, ex-prefeito de Almeirim, entre vários outros prefeitos que geriram mal as contas públicas. Também há vários nomes de dirigentes de instituições públicas, como o ex-reitor do Instituto Federal do Pará, Edson Ary de Oliveira Fontes; o também ex-reitor do Cefet (atual IFPA) Sérgio Cabeça; entre outros nomes, integram o listão.

A lista é baseada nas informações repassadas pelos Tribunais de Contas estaduais e aponta os gestores públicos, que se tornaram inelegíveis por causa da má gerência das verbas. O Pará tem na Lista Suja 794 contas reprovadas de 420 pessoas.

O listão dos fichas suja na gestão pública foi entregue pelo presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro José Múcio Monteiro, ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso.

No total, são quase oito mil gestores públicos do País, que tiveram suas contas julgadas irregulares pelas Corte de Contas em última instância, portanto, se tornaram inelegíveis para cargos públicos.

A Lei Complementar Nº 64/1990 e a Lei da Ficha Limpa – Nº 135/2010, assegura que compete ao TCU encaminhar à Justiça Eleitoral e ao Ministério Público Eleitoral, em anos de eleições, a relação dos gestores públicos com contas julgadas reprovadas em última instância, referentes aos últimos oito anos anteriores.

Acesse a lista completa do Listão dos Ficha Suja aqui ou diretamente no site do TCU.

Com Informações do site Roma News
Fonte: TCU

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Folha do Caeté
Carregar mais por Destaque

Veja Também

Helder Barbalho é alvo de megaoperação da PF que investiga o desvio de R$1,3 bilhão da saúde

O governador do Pará Helder Barbalho e outros integrantes da cúpula do governo são alvos n…