A partir de projetos do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), nove agricultores de Tracuateua, no nordeste paraense, devem receber, até o final do mês, um total de mais de R$ 110 mil de crédito rural para plantio de mandioca.

Na quinta-feira (23), equipes de extensionistas da Emater e representantes do Banco do Brasil realizaram vistorias finais nas propriedades, as quais se situam nas comunidades Açaiteua, Braço Grande e Vila Fátima.

Os contratos, no valor individual médio de R$ 13 mil, dizem respeito à linha Custeio, do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Cada família trabalha em aproximadamente quatro hectares.

Foto: Ascom / Emater

Os recursos patrocinarão despesas de modo gera relacionadas a dois ciclos, o que representa pelo menos dois anos de atividade: preparo do solo, tratos culturais e colheita.

Para o chefe do escritório local da Emater, o técnico em pesca e gestor ambiental Nadson Oliveira, vários fatores estão envolvidos no processo. “Crédito rural com assessoramento direto da Emater significa aumento da produção e da produtividade, geração de renda para o agricultor e para as comunidades como um todo, melhoria de qualidade de vida, adoção de inovação tecnológica e fixação das famílias agricultoras nos lotes”, enumera.

  • Agência Pará
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Folha do Caeté
Carregar mais por Destaque

Veja Também

MPF quer que o pastor Valdemiro Santiago pague indenização por prometer cura da covid-19

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública contra o líder da Igreja Mun…